ABRH-PR fala da importância estratégica do RH nas organizações em fórum da Mercosuper

O presidente da ABRH-PR, Gilmar Silva de Andrade, e a vice-presidente, Charmoniks Graça Heuer, ao lado da psicóloga Camille Holmer, encerraram o último dia da Mercosuper 2022, falando sobre tendências e inovações de gestão de RH no fórum de gestão de pessoas.

 

Gilmar fez observações sobre os desafios da nova gestão de RH pós pandemia e destacou que a responsabilidade pela gestão das pessoas, da capacitação, do engajamento e do comprometimento é do gestor da equipe, “e demoramos em perceber isso”.

 

Para ele, o desafio hoje é entender a necessidade da equipe e com ela construir um formato que atenda aquela necessidade, mas que seja compatível com os anseios da empresa.

 

Charmoniks tratou dos paradigmas que norteiam as ações de gestão de RH. “A área que cuida do capital humano da empresa, a área de recursos humanos, precisa ter um olhar especial. Sem essa área não conseguimos conduzir a empresa como um todo”, definiu.

 

Ela destacou que a área de RH deve ser estratégica na organização. E arrematou: “é preciso pensar no que se quer atingir e mostrar para os outros departamentos da empresa que esse setor é essencial”.

 

A psicóloga Camille afirmou que o novo RH mostrou que todas as pessoas são “gente”, demandando flexibilidade e empatia de todos. “São pequenas coisas do dia que fazem a diferença, pequenas ações podem trazer felicidade. Por isso, os profissionais de RH passaram a ser os copilotos da felicidade”.

 

Segundo ela, não se tem receita pronta. “É preciso construir o cenário junto com a equipe, sentindo as condições e o propósito da empresa, para que todos caminhem juntos nessa trajetória”.



Nós armazenamos dados temporariamente, através de cookies, para melhorar a sua experiência de navegação. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento